Deixe um comentário

Exilio de Mauricio Funes deve ser prorrogado

Odebrecht – Delação atinge ex-presidente de El Salvador, Mauricio Funes

O Globo – Coluna de Lauro Jardim
Por Bruno Góes

 

Depois da delação da Odebrecht, Mauricio Funes, ex-presidente de El Salvador, não deve sair tão cedo da Nicarágua.

Acusado por enriquecimento ilícito e corrupção em seu país, Funes conseguiu obter asilo político com o bolivariano Daniel Ortega.

Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, Marcelo Odebrecht deu uma pequena mostra do que chegará ao Ministério Público de El Salvador.

Ele citou o pagamento de R$ 5,3 milhões em caixa dois para a campanha de Mauricio Funes:

— O pedido veio do Palocci, que era para fazer campanha para Maurício Funes, candidato a presidente, que acabou ganhando em El Salvador. A razão para esse pedido é porque eles tinham um alinhamento ideológico e a mulher do candidato era uma das fundadoras do PT.

Marcelo Odebrecht referia-se a Vanda Pignato, petista de carteirinha e mulher de Funes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: