FIM DA REPÚBLICA: NEM COLOMBINA, NEM PIERROT; É JUCÁ E JANOT !

Romero Jucá é visto com Janot em restaurante em Brasília

Em 2016,  o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros(PMDB-AL), do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha(PMDB-RJ), do senador Romero Jucá(PMDB-RR) e do ex-presidente da República José Sarney(PMDB-AP).

Hoje,início do ano de 2017, o mesmo  procurador-geral da República Janot se reune com senador Romero Jucá, em um restaurante de Brasília-DF. Jucá estava acompanhado da filha; Janot, da esposa.

Segundo o ativista digital Rodrigo Grassi, o restaurante de nome “Taipá” fica em uma região nobre da capital federal.

O acontecimento,nada republicano, ocorreu por volta das 16h.

Ainda segundo Grassi, eles se reuniram em uma sala destinada a encontros reservados e que os arredores do restaurante têm muitas câmeras de segurança. Se for de interesse dos órgãos responsáveis, o encontro pode ser melhor apurado.

Essa é a fórmula utilizada, para a exploração do povo brasileiro,onde a politicagem opera, se junta e protege os corruptos;uma quadrilha organizada que suga as riquezas produzidas ,em benefício próprio e para os mesmos, enquanto a populção, que os escolhe e os elege, sofre e mendiga o seu direito à sobrevivência.

Essa é a hora de pensar e repensar um Brasil diferente do que aí está.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.