MÚSICA

ESPUMAS AO VENTO LEGENDADO FAGNER(RAPOSA CATIVA)

 

Espumas Ao Vento

  FAGNER

PARTE I

 * ACCIOLY  NETO –  compositor dessa e de outras belas letras,cantadas e interpretadas,por destacados nomes da música brasileira. Nasceu na cidade de Goiana,em Pernambuco.Artista de renomado trabalho no campo artístico,mesmo sendo parente de figurões da política pernambucana,não conseguiu sobreviver as tempestades que a dificuldade financeira lhe impôs para a sua sobrevivência e ,por incrível que pareça,em pleno século XXI,veio a indesejada das gentes, e o levou tão cedo do meio de nós, este poeta de coração e sentimento tão nobre;pois a sua canção de alma era a de cantar O AMOR, COMO A SALVAÇÃO DE TODOS.Portanto, é triste ,lamentável e doloroso dizer que mesmo com parentes da oligarquia política do Estado; Ele o Accioly Neto, veio à morrer abandonado,necessitado e de  FOME, devido à indiferença dos mesmo e dos pares. Procurar viver de política e de pseudo discurso é fácil, difícil é praticar a comunhão olhando o semelhante necessitado e o mundo adoecido.Daqui para lá o vento revelará a verdade aos mares.
Sei que aí dentro ainda mora um pedacinho de mim
Um grande amor não se acaba assim
Feito espumas ao vento
Não é coisa de momento, raiva passageira
Mania que dá e passa, feito brincadeira
O amor deixa marcas que não dá pra apagar

Sei que errei, tô aqui pra te pedir perdão
Cabeça doida, coração na mão
Desejo pegando fogo
E sem saber direito a hora e o que fazer
Eu não encontro uma palavra só pra te dizer
Ai, se eu fosse você eu voltava pra mim de novo

E de uma coisa fique certa, amor
A porta vai estar sempre aberta, amor
O meu olhar vai dar uma festa, amor
Na hora que você chegar
E de uma coisa fique certa, amor
A porta vai estar sempre aberta, amor
O meu olhar vai dar uma festa, amor
Na hora que você chegar

Sei que errei, tô aqui pra te pedir perdão
Cabeça doida, coração na mão
Desejo pegando fogo
E sem saber direito a hora e o que fazer
Eu não encontro uma palavra só pra te dizer
Ah! se eu fosse você eu voltava pra mim de novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.