O maior atentado individual da história americana, mais de cem vítimas inocentes

O local, uma boate gay.

No mínimo 50 pessoas estão mortas e quase uma centena de feridos, alguns em estado gravíssimo.

É o maior atentado praticado por uma única pessoa em toda a história dos Estados Unidos.

   O criminoso

Uma testemunha diz que a boate gay ‘Pulse’, em Orlando, na Flórida (EUA) virou um mar de sangue, uma coisa completamente indescritível.

A Pulse se apresenta como ‘o bar gay mais quente de Orlando’.

‘Depois que verificamos que não havia mais explosivos, conseguimos entrar e ver que o número de mortos era muito maior do que o que pensávamos’, explicou o chefe de polícia, John Mina.

O atentado ocorreu na madrugada deste sábado (11) para domingo (12).

Munido de pelo menos um rifle de assalto e de uma pistola, Omar Mateen, de 29 anos, teria feito reféns no local, morrendo após troca de tiros com a equipe da SWAT. O suspeito seria  filho de pais afegãos e teria passado por treinamento militar.

 

De acordo com a primeiras investigações, o crime teve origem homofóbica, ódio contra a comunidade LGBT.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.