APL – PÚBLICO LOTA PALESTRA DE LUZILÁ GONÇALVES

ACADEMIA  PERNAMBUCANA DE  LETRAS

ACADEMIA  PERNAMBUCANA DE  LETRAS

“Como já diziam os romanos antes de Cristo, o riso é um meio de corrigir, divertindo. O riso expõe o lado ridículo de situações e personagens, exagerando defeitos: ambição, vaidade, desonestidade. Poetas recifenses, apaixonados pela cidade são bastante lúcidos para expor e discutir as mazelas da cidade que se urbanizava”, declarou a acadêmica e vice presidente da APL, Luzilá Gonçalves, durante palestra realizada na última segunda-feira (29) na Academia Pernambucana de Letras. A Reunião Ordinária também foi a primeira conduzida pela nova presidente da instituição, Margarida Cantarelli. Com o tema “É do riso dos homens que uma cidade se inventa: a voz dos poetas no Recife do século XIX”, Luzilá apresentou o lado cômico, crítico dos poetas sobre as transformações do Recife, na época, com leituras de versos e textos publicados em jornais antigos. Seu trabalho de pesquisa começou quando estudava sobre as mulheres no Recife do século 19.

*Fotos: Dalva Oliveira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.