Lava Jato: mais empresas investigadas

Três empresas offshores são investigadas pela força-tarefa da operação “lava jato” nas buscas por mais provas do suposto envolvimento das construtoras Norberto Odebrecht e Andrade Gutierrez com o esquema cartel na Petrobras.

No caso da Odebrecht, são duas offshores abertas no Panamá e no Uruguai: a Constructora Internacional Del Sur S.A. e a Hayley S.A., respectivamente

Nas apurações envolvendo a Andrade Gutierrez, uma offshore do lobista Fernando Baiano, a Technis Planejamento e Gestão em Negócios Ltda. Os investigadores suspeitam que essas empresas seriam usadas para controlar contas que pagaram propina para ex-diretores e ex-gerente da Petrobras. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.