HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES

Ah! Mamãe, que saudade permanente e desesperada…Primeiro ano que passarei sem você.Vou lhe confessar viu:a barra está sendo pesada,sem voce aqui.Mas vamos fazer um acordo.Já falei isso com Deus.Amanhã vou olhar para o alto,em direção ao céu,e nós dois vamos nos ver e conversar bem muito.Eu tenho muito que lhe falar.Aí a gente aproveita e eu entrego seu presente.Olha,só uma coisa a mais,que eu vou dizer,agora:não fica triste e nem com raiva de mim se eu chorar,tá legal?Todas as noites eu me lembro da senhora me ensinando a rezar, e aí aproveito e recomendo paz e luz para esse seu plano espiritual nessa sua nova morada.Já comecei a chorar por está tomado,nesse instante de muita lembrança e afeto.É a saudade,Mamãe, que está demais.Mas vamos enfrentar com fé e amor, sabendo qu um dia a gente vai se reencontrar.Saiba que eu lhe amo muito…Beijos de saudade do seu filho,Flavinho!FRC

Flavio Ricardo Chaves    Poeta FLAVIO RICARDO CHAVES

unnamed (21)

 

Poema de FLAVIO RICARDO CHAVES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.